Conselhos do Papi

O Sheik da polêmica

Uhhhh, vemos a cada dia que não só mamilos são polêmicos! Há dois domingos, uma foto do jogador Emerson Sheik, do Corinthians, começou a circular na internet, e os ânimos se acirraram. A foto consistia no alvinegro dando um selinho em um amigo.

Tá, vejam a foto:

Ok, não vou nem entrar no mérito de que um selinho é uma forma de cumprimento em muitas culturas; na nossa não é e pronto. Mas por que não é? Aliás, por que deveria não ser, já que dizem que nós, brasileiros, somos um dos povos mais calorosos do mundo?

Tá, a questão não é o ato em sim, mas o que ele significou dentro da nossa cultura. E o pessoal começou a falar que o jogador era gay; e a torcida se revoltou, com o mesmo Sheik que foi decisivo na tão sonhada vitória da Libertadores!

Sheik falou que foi uma brincadeira com o amigo, se desculpou perante os torcedores e colegas. Mas… se desculpou pelo que? Tá, ele disse que não é homossexual, e realmente um selinho não é prova determinante da sexualidade de alguém. E se fosse?

Isso fica mais estranho quando as críticas vem diretamente de uma das maiores torcidas do Brasil! Por quê? Oras, quanto maior o número de um grupo, maior a diversidade dentro deste, não é? Digo, mulheres, crianças, negros, brancos, japoneses… e homossexuais! Isso vindo também da torcida que ganha, consecutivamente, o título de “maior torcida da parada gay”.

Emerson Sheik é gay? não sei. Isso deveria fazer diferença ao jogo dele, ao time, e à torcida? Não.

Como diz o provérbio bíblico, ” tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão”. Ou seja, olha pro teu primeiro, pra depois você pensar em falar dos outros.

Padrão
Conselhos do Papi

É funkeira? Ah, pode estuprar então!

Vi essa notícia hoje, e não pude deixar de comentar. Vejam:

1173888_363056480494231_2094875217_n

Primeiro: Se você acha que alguém ta procurando ser estuprado, saia do meu blog, firmeza?

Gente, eu fico besta com esses comentários de notícias em redes sociais. Fico mais besta ainda quando alguem diz que certas mulheres estão “procurando” serem estupradas. Quem procura ser estuprado véi? Quer dizer que eu ando com um iPhone 5, novinho, no bolso, e to procurando ser assaltado? é isso?

“Ah, mas ela estava de vestidinho curto, e isso chama a atenção pro estupro!”

Quer dizer que, quando eu te ver andando sem camisa por ai, posso chegar e apertar teu mamilo (o famoso “puxar gaveta”)? Quando você andar de bermuda, posso alisar tua perna?

Repito o que é falado diariamente, e que deveria ser a coisa MAIS NORMAL DO MUNDO: não são as mulheres que devem se privar de usar uma roupa curta, ou um decote; são os homens que devem aprender que não somos bichos do mato, aflitos por sexo com a primeira mulher de roupa curta que encontrar!

Qualé? A mulher agora tem que se privar de se vestir como quiser, de dançar o que quiser, de ir onde quiser, simplesmente porque os marmanjos de plantão tem o direito total e pleno de estuprar quem ele quiser?

O lance chega ao nível do absurdo quando uma notícia dessa, em que uma mulher é estuprada e violentada por SEIS caras, e o pessoal não da a mínima pois ela estava voltando de um baile funk! E se ela quer dar pra dez no baile funk mas não quer dar pros seis que estupraram-na? Quem é você para julgar isso? Você pode comer quem você quiser na balada, e aposto que não ta afim de ser molestado por alguém que não lhe agrade, ou quando não estiver afim, certo?

Ah, mas com a mulher é diferente. Mulher é objeto sexual, e quanto menos vestida estiver, mais afim de dar ela está né? Se você pensa assim, repito que saia do meu blog, ok?

A palavra do dia, que deveria ser para TODOS os dias, é RESPEITO. Ouvir funk, usar mini saia, andar com decote, não faz de ninguém alvo de estupro, que é sim uma violência contra alguém que NÃO quer um ato sexual! Se você se sentir violentada, violada de alguma forma, isso é SIM um estupro, e ninguém tem o direito de ordenar quando você está afim ou não de fazer sexo.

Vamos botar a mão na consciência um pouco né pessoal? Já passou da hora do ser humano praticar um pouco de HUMANIDADE!

Padrão
Conselhos do Papi

Pêlos: o tabu mais idiota que já vi

Estou aqui pra falar sobre o assunto que está sendo mais do que comentado nas redes sociais e fora delas. O assunto em questão é o ensaio da atriz Nanda Costa para a quase extinta revista Playboy.

O pessoal ta cheio de marra, falando “ai, ela é a nova Claudia Ohana é?” ou chamando a peteca dela de Fidel Castro. Na verdade, a maioria das pessoas ficaram com mimimi sobre a questão dos pelos pubianos da moça. Por favor, peço que olhem novamente algumas imagens e digam se o negócio é tão ruim assim.

Fotos-da-Playboy-Nanda-Costa-Agosto-14 Fotos-da-Playboy-Nanda-Costa-Agosto-15 Fotos-da-Playboy-Nanda-Costa-Agosto-19

O que eu, como fotógrafo, acho do ensaio? está lindo, sem sombras de dúvidas. Tanto a iluminação, quanto o cenário e a própria Nanda Costa. Taí um ensaio no formato que eu gostaria de fazer algum dia.

Na real, não sei o que acontece com esse povo. A questão da depilação é ainda um tabu forte na sociedade. E eu pergunto: por que uma mulher deve sempre deixar suas partes depiladas, lisinhas como bunda de neném? Eu concordo que muito pelo é meio incomodo na hora de um oral e afins. Por conta disso mesmo que eu aparo os meus. Não é legal sair com a boca mais cheia de pelo que um gato!

Como ninguém aqui vai ter o prazer de chupar a Nanda Costa… quero saber qual o real problemas de seus pelos aparados. O ensaio está feio? Está com um aspecto de suja? Ou você simplesmente acha que mulher só é mulher se estiver totalmente depilada, dos pés a cabeça?

Fotos-da-Playboy-Nanda-Costa-Agosto-16

Comentem ai, sem medo de ser feliz! Afinal, o nome do blog não é Conversas Horizontais a toa 😉

Padrão
Conselhos do Papi

Sasha Grey no Brasil!

É parceiros! Nossa eterna musa pornô, boneca de cera da industria sexual, dona da garganta profunda mais linda desse mundo, ela, a única e exclusiva Sasha Grey, pisará em solo brasileiro nessa próxima semana, para o lançamento de seu livro Juliette Society (que faremos uma resenha em breve aqui).

Lógico que o Papi e a Lily não deixarão de ver essa deidade da pornografia mundial pessoalmente, e tentar abraçar, conversar (implorar por um bukake…).

Fiquem ligados na cobertura do CH no lançamento de Juliette Society, obra da musa pornô Sasha Grey!

Padrão
Conselhos do Papi

Crime que choca… pela incoerência

To fugindo do assunto do blog, eu sei. Mas que se foda, porque esse negócio é meu e faço o que quiser aqui.

Quero só dar uma explanada geral sobre o que EU acho sobre o tal crime, “supostamente” cometido por um garoto na faixa dos 12 anos de idade. Sinceramente, acho absurda a ideia de que seja ele o autor dos crimes – e quando digo absurda, é no nível de suicídio com dois tiros na cabeça!

Tem os fatores da idade do garoto, dos postos dos pais, do barulho que faria, do profissionalismo do crime… o principal, pra mim, é o calibre da arma. Adultos, que tem experiência com armas de fogo, não curtem disparar com .40 por, justamente, a arma ter um recuo forte e descoordenado. Pra quem não sabe, recuo é aquele solavanco que a arma dá. Olhem o vídeo abaixo, por favor.

Perceberam o recuo que essa arma tem nas mãos de um adolescente? Reparem também no barulho que essa arma faz. Seria possível mesmo disparar cinco vezes e ninguém ouvir?

Outra coisa que nem preciso questionar é a acusação que a mãe do garoto fez sobre ligações de colegas com assaltos a bancos…

Queima de arquivo? Não sei, e nem to investigando nada, muito menos querendo formar opiniões. O que peço é que usem a mídia para se informarem, mas nunca como baluarte da verdade!

Padrão